Cycle of Conferences on the Council of Trent (Day 3)

III Mesa do Ciclo de debates sobre a influência do Concilio de Trento na Cultura Brasileira

A III mesa do Ciclo de debates A influência do Concílio de Trento na Cultura Brasileira foi dedicada a compreensão de tal influência nas artes. Com a participação das professoras Malie Matsuda (EBA/UFBA), Neila Maciel (UFRB) e Mônica Farias (PPG-AU/UFBA), esta bonita mesa aconteceu na Igreja de Santa Teresa do Museu de Arte Sacra, em 06 de março de 2013, com a mediação do artista Flavio Marzadro.

A mesa trouxe diferentes e complementares pontos de vista sobre a influência do CT nas artes. A profa. Malie Matsusa apresentou ao público os aspectos mais teóricos da formação do barroco, relacionando-o com as prescrições tridentinas, particularmente pela escolha da imagem pela contrarreforma como o meio mais importante de comunicação do divino e da Igreja Católica com os seus seguidores. Para ela, a riqueza do barroco também pode ser compreendida pelos seus “ismos”ou variantes estilísticas. Ela nos lembrou ainda da importância de Caravaggio para o barroco católico, com o seu tenebrismo. Remonta também a este período a popularização dos santos, o que pode de certa forma ter permanecido até a Pop Art (basta lembrar as retratações de Marilin Moroe por Andy Wahrol). Com isto, a profa. Malie reforçou a sua compreensão do quão importante foi para o barroco as prescrições da contrarreforma que permitiram e estimularam a humanização dos santos, permitindo que se estampasse, pro exemplo, emoção em suas expressões faciais. Malie conclui apaixonadamente afirmando que o nosso barroco está entre o mais extraordinários do mundo católico.

A profa. Neila Maciel dedicou a sua palestra à apresentação e discussão dos objetivos sociopolíticos do emprego das novas visuais do barroco soteropolitano. Para a professora, nós vivemos até hoje uma espécie de barroco paisagístico, pois a paisagem da época na velha Salvador era formada por uma sucessão de vistas exploradas a partir da relação de diálogo apaixonada entre as formas naturais da nossa topografia e as formas arquitetônicas que nela se inseriam, marcando o território. Esta marcação resultava em uma sucessão de perspectivas ou de linhas de horizonte que davam ao fruidor da cidade possibilidades para que ele compreendesse o que lhe esperava mais adiante. Esta sucessão de perspectivas que seduziam o fruidor da cidade era marcadas sobretudo pelas terminações das igrejas, que aguçavam o olhar do expectador ao revelar que ainda havia algo mais adiante que estaria por vir. Esta relação de proximidade e sedução da cidade barroca, por meio das suas perspectivas, foi um olhar novo e estimulante proporcionado pela professora, que com suas bonitas imagens, deixou a todos nós com vontade renovada de caminhar pelas ladeiras da Salvador antiga.

A profa. Mônica Farias, por sua vez, também apresentou sua contribuição recheada de lindas imagens, centralizando a sua atenção sobre o trabalho de pintura barroca no teto da igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia. Assim como em toda a pintura barroca, por trás daquela profusão de imagens de grande sensibilidade e emotividade, há um grande domínio da técnica de perspectiva. O teto da igreja é atribuído à José Joaquim da Rocha, pintor, encarnador, dourador e restaurador brasileiro, considerado por muitos como o fundador de uma escola baiana de pintura barroca e um dos mais destacados do cenário brasileiro.  A pintura retrata a glorificação da Imaculada Conceição entre alegorias dos quatro continentes, figuras divinas e uma monumental arquitetura ilusionística, com mostraram as belíssimas imagens trazidas pela professora Mônica.

Após apresentações descritas acima, seguido de estimulante debate, esta mesa concluiu os seus trabalhos com alegria novas perguntas para serem respondidas e amplificadas pelos participantes. Ao final do debate, o artista Flavio agradeceu a todos os presentes e prosseguiu para uma visita guiada à sua mostra

.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s